ANÁLISE ERGONÔMICA DE PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL

Bruna Letícia Tavares, Igor Carrijo Ramos, Raíza Celeghin Benedecti, Vanessa Aparecida Alves de Lima

Resumo


O trabalho de um professor pode causar danos aos órgãos e sistemas do corpo humano pela postura inadequada e a exigência de movimentos repetitivos. Este artigo teve como foco analisar as consequências da má postura e atividades com esforço repetitivo provocadas por posturas inadequadas deprofessores de uma escola pública da cidade de Joinville, Santa Catarina. À amostra, composta por seis funcionários, foi aplicado um questionário visando analisar um problema comum a todos: as dores, tendo sido apontadas asdores nos ombros e panturrilhas como as mais comuns. Estes acometimentos podem ser minimizados com o uso de recursos multimídia – no caso de exercícios repetitivos, e medição da altura necessária do quadro – para estruturas ergonômicas, por exemplo.


Palavras-chave


Ergonomia. Professor. Dores.

Texto completo:

PDF

Referências


AMADO, E. O trabalho dos professores do ensino fundamental: uma abordagem ergonômica. 2000. 76 p. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-graduação em Engenharia da Produção, Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2000.

ALVES, C. S.; ARAÚJO, M. M.; AGUIAR, C. H. Postura ergonômica do profissional docente: um estudo de caso do Centro de Atenção Integrada à Criança e Adolescente (CAIC) Senador Carlos Jereissati, em Russas-CE. Revista Tecnologia & Informação, v. 1, n. 3, p. 20-32, 2014.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ERGONOMIA. O que é ergonomia. Disponível em: . Acesso em: 17 maio 2017.

CARDOSO JUNIOR, M. M. Avaliação ergonômica: Revisão dos métodos para avaliação postural. Revista Produção OnLine, v. 6, n. 3, p. 133-154, 2006.

CAMILO, C. Mantenha a postura. Revista Escola. 2013. Disponível em: . Acesso em: 17 maio 2017.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010. 200 p.

IIDA, I. Ergonomia: Projeto e produção. 2. ed. São Paulo: Edgard Blücher, 2005. 612 p.

KROEMER, K. H. E.; GRANDEJEAN, E. Manual de ergonomia: adaptando o trabalho ao homem. Porto Alegre: Bookman, 2005. 328 p.

MENEZES, L. W. Saúde ergonômica de docentes em uma escola pública de Anápolis-GO. 2012. 24 p. Monografia (Especialização) – Pós-graduação lato sensu em Ergonomia, Saúde e Trabalho, Centro Estudos Avançados e Formação Integrada, Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Goiânia, 2012.

ORSELLI, O. T. Porque não se deve permanecer em posição em pé por longos períodos. Câmara Multidisciplinar de Qualidade de Vida. Disponível em: http://www.cmqv.org/website/artigo.asp?id=3383&cod=1461&idi=1. Acesso em: 17 maio 2017.

PORTO, M. D.; ALMEIDA, T. C.; TEIXEIRA, Z. D. Condições de trabalho e saúde dos professores das escolas públicas da Zona Sul da cidade de Manaus. In: II CONVIBRA– GESTÃO, EDUCAÇÃO E PROMOÇÃO DE SAÚDE, 24 a 26 out. 2013. Anais... Disponível em: . Acesso em: 19 maio 2017.

SAKAI, R. A. Análise ergonômica de professores em salas de aula do ensino médio do Colégio Estadual do Paraná. 2015. 45 p. Monografia (Especialização) – Pós-graduação lato sensu em Engenharia de Segurança do Trabalho, Departamento Acadêmico de Construção Civil, Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Curitiba, 2015.

SANTOS, V.; ZAMBERLAN, M. C. Projeto ergonômico de salas de controle. São Paulo: Fundación Mapfre, Sucursal Brasil, 1992. 143 p.

SILVA, K. C. S. Avaliação ergonômica das atividades do professor na educação infantil. 2012. 50 p. Monografia (Especialização) – Pós-graduação lato sensu em Engenharia de Segurança do Trabalho, Departamento de Engenharia Civil, Setor de Ciências Agrárias e de Tecnologia, Universidade Estadual de Ponta Grossa. Ponta Grossa, 2012.

SIQUEIRA, J. T. T.; ANNES, A. H. Quando a Dor se torna uma Doença em si. Publicações da Sociedade Brasileira de Estudos da Dor. Artigo, 8 p. Disponível em: http://www.sbed.org.br/materias.php?cd_secao=56&codant=&friurl=_-Fasciculos-sobre-Dor. Acesso em: 19 maio 2017.




Faculdades Associadas de Ariquemes

Rua Capitão Silvio, nº 2738 – Setor Grandes Áreas

Ariquemes – RO Fone: (69) 3535-5005 (69) 3535- 5008